terça-feira, 28 de abril de 2009

A Gripe Suína em Porto Velho?


A gripe suína e o “Espírito de Porco”


Professor Nazareno*


A recente crise econômica global ainda não deu sinais de acabar e o mundo é sacudido mais uma vez por uma nova e perigosa ameaça: a gripe suína. Originária do México, até agora ela já se alastrou por vários países em pelo menos três continentes. Espanha, Nova Zelândia, Escócia, Canadá e Estados Unidos já têm casos oficialmente registrados. No Brasil há vários casos sob suspeita e as autoridades mundiais estão sob constante alerta. O Governo Federal criou um gabinete para acompanhar a possível evolução da doença no país. Vários aeroportos estão sendo monitorados. A OMS, Organização Mundial da Saúde, da ONU, já alertou autoridades e sanitaristas do mundo inteiro para a possibilidade de uma pandemia. No âmbito local, será que já deslocaram equipes para o Aeroporto Internacional Governador Jorge Teixeira de Oliveira?

Em Porto Velho, no entanto, o clima ainda é de tranqüilidade absoluta. Como muitos afirmam e podem até jurar que a crise econômica mundial não chegou por aqui, é bem possível que a “peste dos porcos” nem queira também aparecer entre os rondonienses. O prefeito Roberto Sobrinho nem se pronunciou sobre a estratégia da Prefeitura Municipal e da sua Secretaria de Saúde caso se admita a ‘remota possibilidade’ da epidemia ‘querer beber água do Madeira’. No cenário estadual, o governo de Ivo Cassol também não se pronunciou sobre o perigo iminente. Esta inexplicável tranqüilidade das nossas autoridades tem, certamente, alguma razão aparente: diante da anunciada catástrofe elas ainda dispõem de tempo para confrontar, na mídia, os péssimos números do atendimento (de um e de outro) na área da saúde.

O Hospital de Base Dr. Ari Pinheiro e o Pronto-Socorro João Paulo Segundo devem ser as estratégias apresentadas pelas nossas autoridades para enfrentar a possível crise. Referências nacionais em bom atendimento e também na cura e tratamento de várias patologias, estas duas unidades hospitalares contam com os serviços profissionais de médicos extremamente dedicados, competentes e preocupados com a saúde preventiva da população. Mesmo sendo o estado do país onde existe o menor percentual de médicos por habitantes, Rondônia ainda pode contar com uma excelente rede de Postos de Saúde dos municípios. Em Porto Velho, várias policlínicas: Ana Adelaide, Rafael Vaz e Silva, Alfredo Silva, etc. Na área particular, os planos de saúde (totalmente desnecessários devido à competência do Estado nesta área), poderão servir de auxílio complementar cedendo suas estruturas com tecnologia de ponta e acomodações de Primeiro Mundo.

Certamente a peste suína não vai chegar por aqui. Com água tratada e saneamento básico de fazer inveja a qualquer capital do país, uma infra-estrutura urbana digna das capitais européias, uma excelente rede de atendimento médico nas áreas pública e particular e um clima de “Alpes suíços”, a “cidade das hidrelétricas” está pronta para enfrentar qualquer adversidade. Não será ‘um resfriadozinho qualquer’ que vai nos tirar o sono. Mas nunca é demais lembrar que outra gripe, a Espanhola, há menos de um século, matou mais de 40 milhões de pessoas no mundo inteiro e ceifou a vida até do presidente do Brasil na época, Rodrigues Alves. E os nossos mandatários que se cuidem: com este ‘espírito de porco’, ainda assim, eles não estão imunes a nenhum tipo de doença, principalmente a chamada gripe suína.


*Leciona em Porto Velho (profnazareno@hotmail.com).

10 comentários:

Jéssica disse...

"Colônias de abutres colunáveis
Gaviões bem sociáveis vomitando entre os cristais
E as cristas desses galos de brinquedo
Cuja covardia e medo dão ao sol um tom lilás... o triste disso tudo, é tudo isso."
vamos esperar o primeiro caso ser confirmado, aí sim o governo lançará a licença pro desespero...

Karla disse...

Assistindo aos jornais nacionais é possível perceber como o Brasil está despreparado para enfrentar essa nova peste. Se os grandes centros como Sul e Sudeste estão PANFLETANDO informativos sobre o vírus nos aeroportos, imagina o que Rondônia fará! Provavelmente nossas altoridades permanecerão de braços cruzados. Me perguntei esta tarde pra qual hospital será levado o paciente com suspeita da peste... Talvez para o Cemetron. Se é que tem os recursos necessários para impedir a saída do vírus!
Mas desta vez você mudou sua estratégia... É provável que seja isso que os rondonienses queiram ouvir... Em meio à crise, alguém que diga que tudo é perfeito, que nada está em desacordo. Ainda mais se tratando de Porto Velho!
Muito bom seu texto, Nazareno. Parabéns! Suas palavras me deixam constrangida de não me levantar contra tudo isso... Mas a vergonha maior é ver um rondoniense inconformado quando lê algum artigo seu que diga exatamente a verdade sobre a terra daqueles e ainda dizer que a ama...

Filipe disse...

Ótimo texto prof. Nazareno.

Costa Brasil disse...

Caro Professor do Espírito de Porco e Alma Sebosa,

Sempre que leio um dos seus textos (e eu ainda perco tempo com tais escritas inférteis), me pergunto do uso inútil que o senhor faz do seu tempo. Um professor ordinário, que poderia está contribuindo com as transformações sociais – no mínimo no campo da educação – perde seu inaproveitável tempo escrevendo bobagem. O que me preocupa mesmo e realmente é que o senhor ainda tem uma legião de imbecil ovacionando as teses infrutíferas que o senhor escreve. PQP!!!

Costa Brasil disse...

E digo mais: se esta gripe suína chegar aqui em Porto Velho, nós já temos como nos vingar dos mexicanos. Vamos jogar na Cidade do México uma peste tão feroz que o mundo inteiro vai recuar, com grande medo da praga que vai se abater sobre a cidade: Vamos mandar para lá, só com passagem de ida, o Professor Lazarento!

Jéssica disse...

'Alma Sebosa'... será se já não ouvi isso antes? 'legião de imbecil'... incrível! Costa Brasil, você insiste em se preocupar com os supostos discípulos. E os seus? Onde estão seus discípulos, sua legião de imbecis, sua ‘pupila’( foi assim que se referiu a mim) ou ‘cobra criada’?
entender e não fingir que está tudo bem é estranho? Ter opinião é errado?
Acredite, mandar Lazarento para lá, seria maldade.
Já imaginou? Perderíamos o retirante linguarudo, e você não teria mais com o que se revoltar (tsc tsc). Todos se adaptariam a monotonia. Continuariam nos seus buracos (de tatu ou minhoca, não sei.), elogiariam as belas iniciativas do nosso maravilhoso governo, ou quem sabe, sentariam nos bancos de suas igrejas esperando tudo se resolver( é até bonitinho *.* - coelhinhos saltitantes e borboletas azuis...). você é bem humorístico =D.
poupe-me.

Rodrigo disse...

Eu concordo plenamente com o senhor professor...Os nossos governates não dão a mínima atenção com respeito aos pequenos problemas imagina contra uma gripe suína....rsrsrs

Bruno disse...

37 Aprovados em medicina Unir 2009

Como gosto Dessa 'alma sebosa'

Anônimo disse...

Pelo menos aqui ja estão tomando alguma providencia.Engraçado,a moça que veio pra ca com sua filha(suspeita de ter a gripe A)foram liberadas em Brasilia sem problemas.O que mostra que deficiencia existe em todo brasil e não só aqui.

Esse link em questão,mostra como o governo daqui pelo menos ta tentando fazer algo.

http://www.rondoniagora.com/web/ra/noticias.asp?data=7/5/2009&cod=24345

Valdemar Neto disse...

Adorei este texto!!