sábado, 14 de novembro de 2009

As qualidades do homem "sensato"


Seja verdadeiro: não discuta religião nem política


Professor Nazareno*


Há pelo menos três coisas que um homem sensato deveria se envergonhar de fazer: defender um governo, estado, nação, ou território; seguir uma religião qualquer e falar sempre a verdade. Não necessariamente nesta ordem, estas ações podem muito bem dar a dimensão do caráter de um ser humano. Não pelo valor que elas indicam, mas principalmente pelos valores “às avessas” que ocultam. Só fascistas tecem loas aos seus governantes e defendem seus buracos de origem, só os tolos seguem uma religião e apenas os ingênuos preferem falar a verdade.

Adular governos, ainda que legitimamente eleitos, sem esperar recompensas por isso pode ser a mais velada das hipocrisias do homem moderno. Mal os canalhas assumem o poder, os holofotes da bajulação logo lhes iluminam os caminhos. Os puxa-sacos de plantão dão-lhe as boas vindas e o festival de roubalheiras e ataques ao Erário logo se inicia sem piedade. Compram-se favores e se faz cortesia com o chapéu alheio. “O pior governo é aquele que se diz mais moral. Um governo composto de cínicos é frequentemente mais tolerante e humano”, ensina Mencken, jornalista norte-americano.

Seguir uma religião é quase sempre uma desculpa esfarrapada que os toscos inventam para dormir em paz consigo mesmos. Mas o pior não é isso. O problema é que algumas pessoas vêem que Deus tem um conceito meio estranho de Justiça. Por isso aprontam todas na esperança de um perdão certo para os seus deslizes. Conheço muitos cristãos católicos, por exemplo, que já pecaram à vontade e têm a certeza do perdão Divino. “Faça tudo quanto não presta na vida e depois se arrependa”. Dará certo. Já os muçulmanos se explodem como bombas humanas em troca do Paraíso.

Segundo ainda o jornalista H.L. Mencken, “o homem que se gaba de só dizer a verdade é simplesmente um homem sem nenhum respeito por ela. A verdade não é uma coisa que rola por aí, como dinheiro trocado; é algo para ser acalentada, acumulada e desembolsada apenas quando absolutamente necessário”. Por isso a hipocrisia tende a ser mais aceita e está ligada somente a reações positivas. Falar a verdade quase sempre resulta em encrencas. Três de abril é o dia da verdade, mas só lembramos do dia da mentira que é comemorado dois dias antes.

Fale sempre bem do seu Governo, ditadura ou democracia, já que ambas são fascistas. Enalteça o lugar onde você nasceu, defenda-o ardorosamente mesmo que quando precisar não será defendido por ele. Siga uma religião e dê dinheiro para a sua Igreja. Enriqueça ainda mais o seu pastor, enriqueça o Vaticano. Transfira todos os seus bens para “os donos da verdade”. Fale sempre aquilo que você sente e pensa. “Viva feliz” e ajude os mais necessitados e seja honesto. Nunca se esqueça de que há um lugar esperando todos nós depois da morte: o céu. Inferno é para quem pensa o contrário.


*É professor em Porto Velho


5 comentários:

Joice Xpds disse...

Amém?

José Carlos disse...

É professor, concordo com a maioria de seus textos e penso que o senhor deveria se abster (como sugere o título do seu pensamento) de comentar, de forma tão generalizada, sobre religião. É certo que muitos erram já crendo no perdão divino, entretanto, caracterizam-se por serem exceções no meio religioso. Em verdade não sei em qual "meio de religiosos" o senhor tem estado, contudo, os seguidores fiéis da palavra de Deus não devem ser taxados por conta da atitude de minorias. Todos somos falhos e carregamos um fardo pesado por sermos Cristãos, portanto penso que é uma injustiça a difusão da idéia de sermos "tolos" ou "toscos". Acredito que seu "senso de justiça" justiça já esteja falando mais alto a uma hora dessas. Abraços

Arthur Alves disse...

Sim..Amém!
Acho que vou fazer uma poesia sobre isso!

--->
Professor dê uma olhada nas minhas humildes poesias?
eu agradeçeria receber sua opinião!

Paulo Araújo da Silva disse...

não consigo entender como um babaca como esse tal de nazareno ainda consegue espaço pra falar as suas besteiras! aew professor, vai procurar o caminhão de lixo que você caiu!! você com certeza não pertence a esse mundo, com suas ideias mirabolantes e seus textos horriveis, nossa, acho também que você desobedeceu a sua mamãe quando ela disse "vai estudar menino", agora isso ta começando a refletir.

João Nunes disse...

João Nazareno, não honra intectualmente nem os próprios nomes. Redige como atrabiliário e trêfego mas não culpo somos frutos de nossas "leituras" que resultam invariavelmente em pomposas citações. Bem feito prá vc: lembra quando sua mãe dizia - menino vai estudar ............ - vc não obedeceu, agora, fica usando a imprensa para dizer sandices. Juízo é bom e igual a caldo de cana e canja de galinha.