quinta-feira, 12 de março de 2009

Será que vamos desenvolver mesmo?


Porto Velho: desenvolvimento de araque!

Professor Nazareno*

Há pouco mais de dois anos, a classe política de Rondônia e as autoridades em geral anunciavam a construção das duas hidrelétricas na bacia do rio Madeira, bem como a possibilidade da chegada do gás do Urucu ao nosso Estado e começava desde então um verdadeiro frenesi na cidade de Porto Velho. A construção de dois shoppings foi anunciada, reestruturação de ruas e avenidas, investimentos em obras de infra-estrutura, redes de água e saneamento básico, duplicação da rodovia BR 364 entre o Candeias e a Unir e várias outras medidas de grande impacto foram prometidas na época. A cidade começa a se encher de edifícios num processo inédito de verticalização. O Governo Federal começaria a despejar dinheiro por estas bandas. Eram as obras do PAC, Programa de Aceleração do Crescimento.
No entanto, mal começaram algumas das anunciadas obras, eis que o fiasco tomou conta de todos. A incredulidade é geral. Não seriam mais dois shoppings, apenas um. O Porto Madeira seria construído depois. A extensão da rodovia federal que corta a cidade seria contemplada com várias passarelas e cogita-se até a construção de alguns viadutos. Até agora apenas 03 passarelas estão sendo construídas só que uma caiu matando um jovem trabalhador de 26 anos e as outras duas estão escoradas podendo desabar a qualquer momento. O edifício Aquarius no bairro Nova Porto Velho teve a sua estrutura comprometida e está interditado pela Defesa Civil. Na véspera da visita do Presidente da República a Rondônia, foi a vez de parte do teto de gesso do Portovelho Shopping desabar e ferir 03 pessoas. Um escândalo maior se estivesse lotado pelos seus habituais jovens freqüentadores.
Com relação às duas hidrelétricas do rio Madeira, uma, a de Santo Antônio que teve suas obras inciadas há uns cinco meses, provocou um dos maiores desastres ambientais de que se tem notícia por aqui provocando uma grande mortandade de peixes. A segunda hidrelétrica, a do Jirau, teve recentemente sua construção embargada e pode ter que enfrentar os tribunais se quiser ter seu canteiro de obras novamente funcionando. Como se poder ver, o que seria uma grande contribuição do nosso Estado pobre para o restante do país está virando um grande pesadelo e como se não bastasse o fato de que nenhuma energia produzida ficará por aqui, os grandes centros do país estão mandando para cá mão de obra sucateada, de péssima qualidade e obsoleta. Ou então como explicar todos estes fiascos?
A propósito de tudo isto, observe-se o que escreveu um internauta num site de notícias de Porto Velho: “onde estão os órgãos responsáveis pela fiscalização? O Ministério Público, a Justiça? Onde está o CREA? O que está acontecendo com a Engenharia Civil em Rondônia? Será que o CREA só sabe fiscalizar carros alegóricos de escolas de samba e pequenas obras realizadas pelos menos favorecidos? Se alguém, pobre certamente, tentar levantar um muro ou fazer uma varanda na sua casa, lá está o CREA para aplicar uma multa e fazer valer a lei. Será que esses engenheiros foram formados naquelas faculdades de fundo de quintal? Está parecendo um complô. Parece que todos os picaretas resolveram vir fazer estágios em obras de Porto Velho. Não é possível que eles achem que aqui é terra sem lei, onde forasteiros chegam para fazer o que entenderem”.
Todo mundo sabe que em Rondônia existem políticos ladrões, mensaleiros, sanguessugas, governador que pode ser cassado a qualquer momento, senador acusado de comprar votos a cem reais, prefeito com o maior número de obras inacabadas do Brasil, avenidas da cidade doadas ao Governo Federal e aeroporto internacional que não faz absolutamente nenhum vôo para lugar algum fora do país. O que certamente nenhum rondoniense por aqui sabia é que desenvolvimento é sinônimo de prédio residencial que trinca sua estrutura, passarelas que matam em vez de salvar vidas, shopping center que aterroriza seus freqüentadores e hidrelétricas que mais se parecem piadas retiradas dos livros de humor negro. É, se desenvolvimento é tudo isto que estamos presenciando por aqui, é melhor ficar no limbo da História e se contentar em ser pobre mesmo.

*É professor em Porto Velho
(Texto também publicado em www.rondoniaovivo.com.br)

16 comentários:

Anônimo disse...

É prof estamos "fritos" com esse tal desenvolvimento de araque !

Anônimo disse...

A verdade é que Porto Velho...vem a ser...podemos dizer assim...o sistema excretor do Brasil...

Valdemar Neto disse...

Rondônia: o estado brasileiro do descaso.

Anônimo disse...

DESSE JEITO A COISA NAO ANDA.
HOJE O QUE SE VER E A UMA SITUAÇÃO MUITO RUIM!!!
COM A CHEGADA DESSE TAL DESENVOLVIMENTO NAO VI, A CONSTRUÇÃO DE NENHUMA ESCOLA OU ATE MESMO UM HOSPITAL DE GRANDE POSTE.MAS PRESIDIO AH ISSO SIM, ESSES GOVERNANTES E AUTORIDADE LOCAIS PENSAM QUE SOMOS OU SEREMOS TODOS BANDIDOS; IGUAIS A ELES

Anônimo disse...

tomara que as unsinas não caiam também.Mas se for depender do governo sim,parece que eles fazem questão de contratar impresas mal qualificasa.

Danilo Lins disse...

E tá só começando hein, ainda vai rolar muita agua pela madeira,pelo menos por enquanto né !
E rumo ao desenvolvimento.
"...esse é um pais que vai pra frente...."

Anônimo disse...

Porto Velho é uma cidade que ainda tem muito o que aprender, mas que esta tentanddo fazer a sua parte,não há o que criticar e sim devemos buscar apoiar aqueles que querem o melhor para a nossa cidade, se há falhas elas começam do povo que votam em nossos representantes, nós comemos aqui, tiramos o sustento de nossas familias desta dessa terra então vamos buscar fazer algo ao invés de apenar olhar de cara feia para os defeitos da nossa cidade... se voce não é capaz nem de jogar o papel do bombom que voce come na lixeira então não reclame da falta de cudado dos outros...

Anônimo disse...

eu tenho vergonha de ser seu aluno.

Emerson disse...

noooossa, cara! que ridículas as reações das pessoas. simplesmente não tem como aceitar isso, afinal é o SEU ponto de vista, professor! -_-"
eu não concordo e nem discordo do seu texto, mas não tem como negar que não deixa de ser uma verdade... =\
emerson do 3º B ;D

Emerson disse...

ps: eu tenho vergonha de ler um comentário como o que foi feito acima do meu primeiro... e que ainda por cima não teve a DIGNIDADE de se apresentar. que vergonha :D

rosymag rocha rocha disse...

É PROFESSOR!!! ESTAMOS SEM SAÍDA,
O QUE FAZER? NÃO SEI,ESPERANÇA?
PERDI.DECIDI QUE AQUI NÃO FICO MAS,DOIS ANOS É O MEU LIMITE.E EU QUE VOLTEI A 10 ANOS,CHEIA DE ESPERANÇAS CRIAR RAIZES DESISTI.
E NÃO VI NADA DE DESENVOLVIMENTO
CONTINUA TUDO IGUAL,RONDONIA PARECE
UM FAVELÃO.CLARO QUE PODERIA SER TD DIFERENTE ,MAS NÃO COM ESSA CAMBADA DE POLITICOS DESONESTOS.
POR FIM CONCORDO COM TD QUE O SENHOR DISSE.
EXISTE APENAS UM BEM,O SABER,
E APENAS UM MAL,A IGNORÃNCIA.
SOCRÁTES.

Anônimo disse...

Parabens Professor Nazareno, você escreveu tudo o que eu pesno. Que Deus te abençõe e te guarde da ira desses mafiosos,tenho certeza que ele também concorda com você., pois ele deve estar muito triste com essa humanidade egoísta e sem amor no coração.
Um grande abraço
Anete

Aline C. D. disse...

Prof. Nazareno, compartilho da mesma opinião. Como "filha da terra" fico envergonhada com esse desenvolvimento fajuto e com essa série de escândalos envolvendo nossa Porto Velho. Fico chateada pela repercussão negativa, que este artigo obteve, causada por alguns jovens. Eles acostumaram-se com a fantasia de que estava tudo bem, e agora diante da verdade se portam como ignorantes.
Um abraço professor.

LONGE DE CASA..... disse...

HE AINDA EXISTEM AQUELES QUE ALÉM DE NAO TER UMA OPINIAO FORMADA,UMA MENTE ABERTA E MADURA.. DESAPROVAM AS OPINIÕES DE QUEM VEM CHEGANDO PARA ABRIR NOSSOS OLHOS... OS PROBLEMAS QUE ESTAMOS ENFRENTANDO SÃO MUITOS. HE A PRINCIPAL BASE PARA COMEÇARMOS A AGIR E TER UMA OPINIÃO FORMADA E BEM ESTRUTURADA . PERGUNTO A AQUELES QUE NÃO TEM ESSA BASE O QUE VC ANDA FAZENDO PARA MUDAR O ESPAÇO EM QUE VC VIVE??? SE CONFORMA E CRITICA QUEM ALMENOS FAZ ALGO PARA CHAMAR A ATENÇÃO DESSA JUVENTUDE CIDADÃ ALIENADA QUE SÓ PENSA EM MP3,PC,NET,BALADA...
ACORDA GALERA!!!! E COM O FUTURO DA GENTE QUE ELES ESTÃO BRINCANDO.....

PARABÉS PROF...
HOJE VC CONSEGUIU ABRIR MEUS OLHOS...

Anônimo disse...

Parabéns professor Nazareno,
pois disse o que ninquem teve coragem de disser, como eu queria escrever assim.
Meus parabéns mesmo.

Aprenda Redação disse...

Em primeiro lugar respeito o trabalho de qualquer que seja o órgão em questão, todos nós sabemos das difuculdades de cada organização para manter um atendimento adequado a toda população, em relação ao artigo diga-se de passagem é um bom artigo, porém em fato com os dizeres sobre o CREA todos nós sabemos que este órgão não é responsável por veririficar a procedência dos projetos de obras realizados e se estão devidamente de acordo para a sua execução,o CREA apenas certifica se os profissionais envolvidos estão devidamente certificados para exercer sua função, nao aprovar projetos, isso cabe a prefeitura e órgãos competentes.
NOME: Katheriny
CIDADE: Porto Velho
É professor, concordo. O maior absurdo é ver a passividade com que as pessoas encaram esses fatos, como se fossem uma rotina esperada e conhecida. Como é possível que não haja indignação?! Continue escrevendo pra acordar esse povo dormente! www.alisibila.blogspot.com
NOME: Cláudio Vargas Rodrigues
CIDADE: Porto Velho
Professor Nazareno, Sua indignidade é minha também. Estou morando em Porto Velho há pouco mais de 400 dias e a todo momento sinto mais vontade de ir embora daqui. Infelizmente! É duro reconhecer o tipo de politicagem praticado por aqui. Retrata um Brasil que não evoluiu no conceito de participação popular e representatividade, pois a classe política não se vê como fator de transformação e de modernidade. Ainda há esperança?
NOME: Anderson Lima Ferreira do Nascimento
CIDADE: Porto Velho/ RO
Falou pouco, mais falou bonito !!! Professor Nazareno e as suas críticas.. hehe Porto Velho precisa de professores qualificados e com a mesma postura do Prof° Nazareno. Sou muito grato de ter ele como meu professor na escola JBC. Professor espero que atraves de suas críticas todos as pessoas observem elas como críticas construtivas. Ah! Em relação á Porto Velho, temos que destacar com uma so palavra para os nossos governantes e classes gerais: IRRESPONSABILIDADE. Anderson Lan House Mundo Digital
NOME: Kleber
CIDADE:
A Cesar o que é de Cesar. Dizem que temos os políticos que merecemos. Todo mundo bate palma para o PT e sua corja. Político compra votos porque tem gente que os vende, acha que ganhar 100,00 é lucro, se bem que eu acho que 100,00 reais é mentira, compra-se votos por muito menos. As obras do PAC estão emPACadas (desculpe os trocadilho)e o dinheiro ja deve estar escorrendo pelos dutos por onde passarão a água e o esgoto. Bem, para não prolongar mais fico por aqui e agradeço ao POVO por todo esse desenvolvimento que vemos em nossa belíssima capital.