sábado, 6 de junho de 2009

"O Brasil nunca foi um país sério"


Brasil: uma nação de “jecas”


Professor Nazareno*


A frase "Le Brésil n’est pas um pays sérieux" (O Brasil não é um país sério) foi atribuída ao presidente francês Charles de Gaulle, quando surgiu uma crise política entre Brasil e França, nos anos 60. A apreensão de pesqueiros franceses que capturavam lagostas na costa brasileira, teria irritado de Gaulle e o levado a dizer que o Brasil não era um país. Segundo a versão corrente, o embaixador do Brasil em Paris, Carlos Alves de Souza, teria acrescentado o adjetivo sério, para amenizar a situação. A crise foi resolvida, mas o mal-estar sempre ficou, apesar do general de Gaulle negar até a sua morte ter dito tal frase. Mesmo sem saber, o estadista francês estava corretíssimo uma vez que se o mundo fosse um corpo humano, já saberíamos qual a parte que caberia ao Brasil representar.

Apesar de ostentar um dos maiores PIB’s do mundo e de ter um mercado consumidor próximo aos 200 milhões de habitantes, o Brasil nunca foi destaque em absolutamente nada desde o seu descobrimento pelos portugueses. Ainda hoje em pleno século XXI não podemos mostrar nada a ninguém que possa trazer orgulho aos tupiniquins. O maior produto de exportação do país ainda continua sendo bumbum de mulher, perna de jogador e meia dúzia de produtos agropecuários como soja, café, frangos e alguns derivados da carne bovina. Itens estes que não necessitam de absolutamente nenhum conhecimento de ponta para serem produzidos. Aqui não produzimos chips para computadores, armamentos sofisticados, carros, telefonia móvel ou qualquer medicamento para a cura de doenças. Até o nosso programa espacial explodiu. Incrível, mas a nossa cultura é inferior; nossa civilização é atrasada e decadente.

Somos uma nação de vagabundos, prostitutas e ladrões em sua grande maioria. Nunca ganhamos um Prêmio Nobel de nada. Nossos filmes jamais ganharam um Oscar. Nunca nos destacamos em tipo nenhum de pesquisa. Não temos a bomba atômica. O fracasso sempre foi a maior marca registrada desta nação. Nosso sistema educacional está falido faz tempo. A grande maioria dos nossos alunos mal sabe ler e escrever o próprio nome e isto após doze anos de escolaridade, em média. A maioria dos nossos empresários na verdade são sonegadores de impostos que ficaram ricos à base do improviso e com muita sorte. Latifundiários é uma praga que sempre infestou os interiores da nação. Competência nesta terra de ninguém é uma mercadoria escassa e que sempre passou longe das nossas escolas e universidades.

Além disso, o nosso presidente é um ex-operário, barbudo, falta-lhe um dedo na mão esquerda e dono de um discurso cheio de metáforas quando se expressa em Língua Portuguesa. As Forças Armadas, que são comandadas por um civil, só se destacaram no cenário nacional quando golpearam as instituições democráticas entre 1964 e 1985 e mergulharam o país numa ditadura que manchou o nosso nome no exterior. Nossas fronteiras são extremamente vulneráveis e parecem um queijo suíço. É por lá que passa a maioria das armas contrabandeadas e quase toda a droga consumida nas grandes cidades. Nossa Justiça é lenta, burocrática e elitista. "De cada dez juízes, sete acreditam que são Deus e os outros três têm certeza", é uma frase muito comum nos meios jurídicos. Gilmar Mendes atual presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) foi acusado de soltar corruptos toda vez que a Polícia Federal os prendia.

O Poder Legislativo do Brasil é uma piada: são 81 senadores e pouco mais de quinhentos Deputados Federais que dispensam qualquer comentário. A Federação é composta por 27 unidades. Todas com Justiça, Poder Legislativo, governadores e gente (ou gentinha). Nem cultura própria este país tem. O Hino Nacional, cuja letra ninguém entende, bem que poderia ser trocado por uma música qualquer, um pagode, por exemplo, que ninguém notaria a diferença. Amor à Pátria por aqui é coisa rara. Então, poderíamos voltar a ser Colônia. Só que desta vez não seria de Portugal, mas dos Estados Unidos, do Japão ou de outro país europeu que tivesse cultura própria, nacionalismo, gente civilizada e acima de tudo cérebros, cabeças que produzem conhecimentos. Seríamos talvez um lugar muito mais respeitado do que esta terra de jecas, matutos e gente interesseira que nem amor têm a este pedaço de chão.


*Leciona em Porto Velho na Escola João Bento da Costa




30 comentários:

Jéssica disse...

O Brasil continua sendo colonizado( diga-se invadido)...
E eu NÃO “vejo um museu de grandes novidades”
Continua submisso a qualquer mísera oferta que pretenda explorar o país...
Sendo aculturado.
E volto a dizer “ o triste disso tudo é tudo isso”

Variavelmente disse...

Caos! Miséria, corrupção e ignorância e indiferença... Conjuntos do Brasil, varonil!

Anônimo disse...

O veneno do Tio Naza é o melhor!

Érika disse...

como sempre escrevedo super bem .

sandra disse...

parece q povo ai de cima nao entendeu que o senhor ta nos chamando de vagabundos,prostitutas e ladrões.é triste sim a miséria do nosso país,mas nos chamar disso é o cúmulo do absurdo para um professor que é considerado o melhor da cidade em sua area.decepcionante...

prof.nazareno disse...

thiego disse...
Professor uma vez eu li este texto e passo ao senhor para uma reflexão: "os brasileiros acham que o mundo todo presta,menos o Brasil.Falar mal do Brasil parece ser um vício.Todo lugar tem seus pontos positivos e negativos,enquanto no Brasil se maximizam os negativos.Fora daqui - Holanda por exemplo - os resultados das eleições demoram horrores porque não há nada automatizado.Só existe uma companhia telefônica e (pasme!) se você ligar reclamando do serviço,corre o risco de ter seu telefone temporariamente desconectado.Nos Estados Unidos e na Europa,ninguém tem o hábito de enrolar o sanduíche em um guardanapo - ou lavar as mãos antes de comer.Nas padarias,feiras e açougues europeus,os atendentes recebem o dinheiro e com a mesma mão suja entregam o pão ou a carne.Em Londres,existe um lugar famosíssimo que vende batatas fritas enroladas em folha de jornal - e tem fila na porta.Na Europa, não-fumante é minoria.Se pedir mesa de não-fumante,o garçon ri na sua cara,porque não existe . Fumante em elevador.Em Paris os garçons são conhecidos por seu mau humor e grosseria e qualquer garçon de botequim do Brasil podia ir para lá dar aulas de como conquistar o cliente.Você sabe como as grandes potências fazem para destruir um povo?Impõem suas crenças e cultura.Se você parar para observar,em todo filme dos EUA a bandeira nacional aparece,e geralmente na hora em que estamos emotivos.O Brasil tem uma língua que apesar de não se parecer quase nada com a língua portuguesa,é chamada de língua portuguesa,enquanto que as empresas de software a chamam de português brasileiro,porque não conseguem se comunicar com os seus usuários brasileiros através da língua portuguesa.Os brasileiros são vítimas de vários crimes contra sua pátria,suas crenças,cultura,língua,etc,e os mais esclarecidos sabem que têm muitas razões para resgatar as suas raízes culturais.Agora leia estes dados da Antropos Consulting:
0l - O Brasil é o país que tem tido maior sucesso no combate à AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis,e vem sendo exemplo mundial;
02 - O Brasil é o único país do hemisfério sul que está participando do projeto Genoma;
03 - Numa pesquisa envolvendo 50 cidades de diversos países,a cidade do Rio de Janeiro foi considerada a mais solidária;
04 - Nas eleições de 2000,o Sistema do Tribunal Regional Eleitoral(TER) estava informatizado em todas as regiões do Brasil,com resultados em menos de 24 horas depois do início das apurações e este modelo chamou a atenção de uma das maiores potências mundiais:os Estados Unidos,onde a apuração dos votos teve de ser refeitas várias vezes,atrasando o resultado e colocando em xeque a credibilidade do processo;
05 - Mesmo sendo um país em desenvolvimento,os internautas brasileiros representam uma fatia de 40% do mercado na América Latina;
06 -No Brasil há 14 fábricas de veículos instaladas e outras 4 se instalando,enquanto alguns paises vizinhos não possuem nenhuma;
07 - Das crianças e adolescentes entre 7 e 14 anos,97,3% estão estudando;

prof.nazareno disse...

continua abaixo:
7 de Junho de 2009 14:53
thiego disse...
contin.:
08 - O mercado de telefones celulares no Brasil é o segundo do mundo,em 650 novas habilitações a cada mês;
09 - Na telefonia fixa, o país ocupa a quinta posição em número de linhas instaladas;
10 - Das empresas brasileiras, 6.890 possuem certificado de qualidade ISO 9000,maior número entre os paises em desenvolvimento.No México são apenas 300 empresas e 265 na Argentina;
11 - O Brasil é o segundo maior mercado de jatos e helicópteros executivos;
12 - Por que não se orgulhar em dizer que o mercado editorial de livros é maior que o da Itália,com mais de 50 mil títulos novos a cada ano?
13 - O Brasil tem o mais moderno sistema bancário do planeta;
14 - As agências de publicidade ganham os melhores e maiores prêmios mundiais;
15 - Por que não se fala que o Brasil é o país mais empreendedor dói mundo e que mais de 70% dos brasileiros,pobres e ricos,dedica considerável parte de seu tempo em trabalhos voluntários?
16 - Por que não dizer que o Brasil é hoje a terceira maior democracia do mundo?
17 - Apesar de todas as recentes mazelas,o Congresso está punindo seus próprios membros,o que raramente ocorre em outros paises ditos civilizados;
18 - Por que não lembrar que o povo brasileiro é um povo hospitaleiro,que se esforça para falar a língua dos turistas,gesticula e não mede esforços para atendê-los bem?
19 – Por que não se orgulhar de ser um povo que faz piada da própria desgraça e que enfrenta os desgostos sambando?
20 – Os brasileiros são considerados os maiores amantes do mundo,enquanto os ingleses são tidos como os piores;
21 – Os brasileiros tomam banho todos os dias,às vezes mais de um por dia,enquanto os europeus tomam em média um por semana.
É o país do mundo onde a Gessy Lever mais vende sabonetes.Este povo possui a magia de unir todas as raças e credos.Este povo consegue entender todos os sotaques e tem todos os tipos de climas para contentar toda gente.Por que o brasileiro tem mania de ser nacionalista e patriota só na Copa do Mundo? Se fosse assim todos os dias,talvez hoje seria uma grande potência.Divulgue e questione-se a respeito da mensagem acima,pois talvez não consigamos mudar o modo de pensar de cada brasileiro,mas ao ler estas palavras todos irão,pelo menos em alguns momentos,refletir e sentir orgulho de ser BRASILEIRO.”

O senhor fala mal de Rondônia,do Brasil e eu o respeito,pois trata-se de uma opinião particular sua,mas não está na hora de valorizar o que temos de positivo em nosso país? principalmente pelo fato de sermos educadores e participarmos da formação de personalidade de muitos jovens.Eu quero formar alunos críticos,conscientes da realidade do país mas se formos mostrar só o que há de negativo e mos julgarmos "jecas" num país como esse,que futuro podemos prever aos nossos adolescentes?

thiego - educador
e-mail: thiegotsumiaki@gmail.com

prof.nazareno disse...

7 de Junho de 2009 15:00
suhaila disse...
"Somos uma nação de vagabundos, prostitutas e ladrões em sua grande maioria." Se é isso que o senhor acha,algo está errado! O que o senhor está fazendo no Brasil???????E ainda mais: O que está fazendo em uma sala de aula?????O Brasil não merece pessoas que pensam isso pois é uma ofensa a familia brasileira,aos estudantes e aos educadores deste Estado.
7 de Junho de 2009 23:59
Ítalo B. disse...
Sou aluno do João Bento, atualmente estou no 2° ano.
"Amor a Pátria por aqui é coisa rara."
O senhor atravéz desse texto mostra que não possui amor a Pátria em que vive
Um texto que seria muito melhor se ressaltasse os lados bons do Brasil.
E não se esqueça que querendo ou não o senhor vive nesse país, e quando escreve: "Somos uma nação de vagabundos, prostitutas e ladões; não se esqueça que está se incluindo, então deve respeita-lo, se não gosta dele vá para outro.

Eu sou brasileiro, adolescente, e lhe faço a seguinte pergunta: Como o senhor espera que nós adolescentes respeitemos a nossa pátria se não temos o exemplo dos mais velho?
8 de Junho de 2009 16:18
jana disse...
Concordo com Italo,o senhor que nos critica tanto porque não perde seu tempo nos ensinando,já que como diz não discernimos nada e pelo jeito nem vamos pois professor que julga um país assim não pode ensinar nada mesmo.
8 de Junho de 2009 16:27
Anônimo disse...
Jakeline,Walcir,Laércio e Laylla2°7 JBC
Prof° Nazareno primeiro o Brasil tem sim prêmios internacionais ganhamos prêmios importantes procure se informar sobre nossos filmes que fizeram sucesso internacionais.
Em respeito a nosso Hino Nacional só para contar o nosso Hino foi baseado em que Pedro Vaz de Caminha escreveu a respeito do Brasil em sua descoberta que e um país rico em cultura e o único país do mundo a ter a maior floresta equatorial do mundo e a ter a maior bacia hidrográfica de água doce do mundo.
Já que você não gosta de sua pátria vá embora para Bolívia que e bem perto "400 km" e contrate segurança para que um desses ladrões não lhe pegue desprevenido .
Obs:prostitutas,vagabundos e ladrões: respeite
há população brasileira que nem todos nós somos o que você pensa por isso pense antes de publicar o que você pensa portanto não generalize algo que não é totalmente verdade.

Jesus Te Ama !!
8 de Junho de 2009 16:48
tiago cardoso disse...
também concordo com o ítalo pois,o senhor deveria prestar bastante atenção antes de escrever estas bobagens,porque existem bastante gente que trabalha nesse país,e vagabundo é o senhor que não tem pra fazer e fica escrevendo besteira.
8 de Junho de 2009 17:09
Anônimo disse...
Jakeline Oliverira "aluna do João Bento da Costa"

O senhor deveria se envergonhar do que o senhor esta publicando pois ate o momento que eu saiba o senhor tambem é brasileiro como todos nos estamos comentando esta ridicula publicação que o senhor como educando deveria ter um minimo de vergonha professor de umas das melhores escolas do estado.

Aprenda Redação disse...

Anônimo disse...

Bruna Letícia Daros "Aluna do JOão Bento da Costa"
-

Pois é justamente por existirem brasileiros como o Senhor pessimista, arrogante que o Brasil tem lá seus diversos problemas. Parabéns, seus textos, são muito bem produzidos, uma pena que use tanta inteligência para ofender as pessoas. Isso te desvaloriza e torna a sua 'escrita' uma 'coisa' extremamente desagradável de se ler. Ao terminar de ler sua critíca nem um pouco construtiva, e também as muitas palavras de baixo calão, confesso que pela primeira vez senti vergonha, não em ser brasileira, porque disso eu me orgulho, mas sim em saber que isso saiu de um professor da escola onde estudo.
Quando cita a seguinte frase: 'Somos uma nação de vagabundos, prostitutas e ladrões', não deve esquecer que isso inclui: seus pais, que provavelmente enfrentaram muitas difculdades para cria-lo, inclusive seus irmãos e todos seus entes queridos que não deixam de ser brasileiros, e segundo uma das teorias filosóficas, 'o homem é fruto do meio em que vive', então através desta, tire suas conclusões. Sem contar, que os outros países enfrentam dificuldades, assim como o nosso, a China por exemplo, é um dos países onde mais morrem pessoas, e os Estados Unidos é envolvido diretamente com guerras econômicas, e apresenta uma política extremamente agressiva, e na Europa estão os maiores centros de prostituição. Seu texto refere-se a um país que o Senhor acredita e vê, e se esta foi a única forma de expressar o que pensa, me desculpe mas acho que agora sim estamos diante de um Jeca.
8 de Junho de 2009 20:21
ThaTha (: disse...

Professor veja acima os comentários da sua nação de 'prostitutas e vagabundos', todos com opinião propia e caracter formado.
São esses os alunos que mal sabem escrever o propio nome após os 12 anos em media de escolaridade.
Bem eu acho que não,é claro que existem os que fazem juizo a essa generalização que o senhor fez, mais é a minoria, hoje o Brasil esta formando cidadões com opinião e competência.
Mais querido professor responde a pergunta que não quer calar : O QUE O SENHOR AINDA FAZ NESSE PAÍS ?
Eu acredito que o que o senhor deseja é fazer polêmica, ser o centro das atenções, de gente assim o nosso Brasil realmente não precisa.

Thais Lima, 2° 7 turno da manha.
8 de Junho de 2009 20:25

Aprenda Redação disse...

kaka disse...

Carina Mugart,aluna do JOão Bento da Costa.

Professor Nazareno, respeito a sua opinião, mas o senhor como Brasileiro e educador, deveria mostrar o lado positivo do Brasil, qual é a motivação que o senhor tem para com os alunos em mostrar apenas o lado negativo, e dizer ainda que nesta terra que é nossa Pátria amada Brasil existe apenas "Uma nação de Jecas". Dizer ainda que "Somos uma nação de vagabundos, prostitudas e ladões", desmoraliza totalmente a nação brasileira, qual é o respeito que o senhor tem com este povo ???
Nesta terra abençoada por Deus existem trabalhadores honestos que procuram o melhor para sua família e para sua comunidade. E dizer que "O fracasso sempre foi a maior marca registrada desta nação", qual é a nação que nunca fracassou neste mundo ???
Os brasileiros não desistem nunca por mais de todos os fracassos ocorridos pelos caminhos, a situação por aqui pode não estar totalmente boa, mas com esforoço e dedicação vai melhorar e se houver um incentivo de todos os educadores brasileiros que dizem amar a nossa pátria, não só o Brasil mais como todo o mundo será melhor...
Vamos ajudar a nação com incentivo, como brasileiros que somos !
8 de Junho de 2009 20:51

Jéssica disse...

É tão difícil assim aceitar a realidade?
Aceitar que o Brasil, como tantos outros países , passa por problemas?
Aceitar que não estamos no Brasil de Gonçalves Dias, muito menos no mundo aguado de Alencar.
Vejamos os problemas. Apontemos as falhas. E é claro, façamos algo para que a situação reverta-se.
Você de fato se sente vagabundo, prostituta, ou carniça? A carapuça te serve tão bem assim?
Aprendam a ler.
Aprendam a saber.
Aprendam a respeitar opiniões.
O professor Nazareno é muito competente e dispõe de um conhecimento admirável( pessoas que estudam e entendem as coisas conseguem ser assim).
Continue assim professor...
Vai que um dia aparece gente capaz de “ler” o mundo e não mostre os problemas.

Joice Xpds disse...

Ser gentil não é defeito profº Nazareno, pelo contrário, ser gentil é uma qualidade.
Eu não tenho essa qualidade o tempo todo, então me perdoe por qualquer ofensa.

Shakespeare disse que quando você está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. E o Sr. foi cruel, sádico e destrutivamente crítico.
"Palavras mordazes que machucam tanto não vão levar a nada como sempre. Vai clareia um pouco a cabeça já que você não quer conversar. Já brigamos tanto, mas não vale a pena. Vou ficar aqui com um bom livro ou com a TV sei que existe alguma coisa incomodando você."

Parece romântico, mas minha intenção não foi ser agradável. Minha intenção foi te dar um soco de gente pequena com grandes sonhos.


Não afetou minha dignidade ser chamada de prostituta e ladra, o que me incomodou foi o fato de o sr. não se importar em perder a admiração de tantos.
O Brasil realmente tem problemas, mas vale lembrar que um país não é um bloco flutuante, sólido e inumano... O Brasil é formado de pessoas e as pessoas são formadas por elementos desconhecidos que dão aos seres capacidade de afeto, aprendizado, mutação, arrependimento, honestidade, desonestidade... Mas isso para seres que não ignoram por completo suas emoções... Se o Brasil fosse como os países europeus teria um índice de suicídio tão alto quanto o deles.
Aqui a plebe sofre e rí, perde o emprego, não tem educação o suficiente, "nunca foi destaque em absolutamente nada", passa fome...
Na Europa quando se perde o emprego é comum dar um tiro na própria cabeça.

Me sinto mal defendendo o Brasil, quando falo Brasil me refiro ao Estado Nacional, pois temos políticos porcos e educação ruim, pedófilos e população acomodada.
Mas fico triste quando digita-se um texto e lava-se as mãos.

"A impotência não é uma escolha também, de assumir a própria responsabilidade hein?"

"Por um mundo melhor eu mantenho minha fé"

"Deixa pra lá eu devo estar viajando enquanto eu falo besteira nego vai se matando"
Marcelo D2

Joice Xpds disse...

Vou entender seu texto como uma tentativa drástica de originar senso crítico nos estudantes.

Até eu caí nessa!!!
hahahahahaaha

Essa foi boa profº Nazareno!
Esse texto é brincadeirinha né?

Ei pessoal... É só uma pegadinha pedagógica... Relaxem! (Não é possível que não o seja)

blenda disse...

Gostei muito do seu texto professor, mas ainda acredito que o Brasil tem pontos positivos e não só negativos.

Anônimo disse...

Sa iba q o Brasil tem sim lados positivos,mas com sua ignorância vc só consegue enxengar os negativos.

Aprenda Redação disse...

Anônimo disse...

Natalí Araújo 2º1 João Bento da Costa.


Recentemente o Brasil ultrapassou a Rússia e a Holanda, e tornou-se o 13º no ranking da ciência.
O Brasil nunca ganhou Premio Nobel, o mais próximo que tivemos foi com o Dr. Carlos Chagas, descobridor da doença de mesmo nome (pouco importante?).Nunca ganhamos um Oscar, mais os filmes aqui produzidos não deixam a desejar.
Carlos Drummond de Andrade, um mineiro que revolucionou a historia mundial com a criação do nomotor 14 biz.
O povo Brasileiro é forte, hospitaleiro, batalhador, somos a mistura de todos os credos, raças, culturas, línguas, crenças, costumes. Somos admirados pela nossa perseverança, por lutarmos para tornamo-nos um povo melhor.
O senhor como um professor, sabe que uma série desses grandes problemas é conseqüência da nossa colonização, na qual o Europeus ( tão bem citados no seu texto) massacram, escravizaram, devastaram nossa terra, o povo que aqui vivia.
Nossas florestas foram derrubadas, nossas pedras preciosas levadas sem que esse povo recebesse nada em troca.

Convenhamos que o Brasil tem vários pontos negativos pelas falcatruas de muitos de nossos representantes, todavia não só de coisas ruins ou de “ Jecas, prostitutas e ladrões” essa nação é constintuida.
9 de Junho de 2009 15:13

Joice Xpds disse...

Seria engraçado se não fosse trágico.

Monstro do Lago Ness disse...

Olá professor! Aqui estou eu, uma das "cantoras revoltadinhas do Hino de Rondônia" pra expressar minha (humilde) opinião de adolescente que (supostamente) não sabe nada da vida.
Acho que o Sr. NOVAMENTE errou ao generalizar os brasileiros (nesse caso; no outro os rondonienses), ao reduzi-los a "prostitutas, ladrões, jecas" (ou qualquer outra coisa assim). Generalização é o pior erro de uma redação, não é? Eu cansei de levar uns bons tabefes por ser radical demais (como o Sr. deve muito bem lembrar), mas agora acho que já aprendi.
Eu sei que deveria ficar caladinha, pra não ser (mais) taxada de "revoltada", mas ao contrário de certas pessoas eu não consigo me separar da merda, então a carapuça sempre serve. O Sr. falou dos brasileiros, e eu não sou nenhum européia pra me excluir. O que me resta é tentar fazer o meu país melhor. Não quero ser nenhum Policarpo Quaresma e acabar quebrando a cara no final das contas, mas acho que um pouquinho de nacionalismo de todo mundo, inclusive de pessoas extremamente críticas como o Sr., iria bem.
Todo mundo sabe que o Sr. pode até acabar com o país e o estado com palavras, mas que na prática o Sr. faz alguma coisa para melhorar. Mas grande parte dos seus alunos não tem essa consciência, e a partir do momento que veem seu professor se excluir de tudo e criticar sem dó nem piedade, acham que isso é o certo. E se todo mundo pensar assim, eu não quero nem ver o resultado.

Tomara que o senhor não apague meu comentário e o poste de novo com um "Aprenda redação" em cima, mas se o fizer tudo bem.
E tomara, tomara mesmo, que isso seja só outra "tentativa drástica de originar senso crítico nos estudantes."

Anônimo disse...

O GRANDE BRASILEIRO
PARA E PENSE UM POUCO ANTES DE ESCREVER BESTEIRAS. VOCÊ REALMENTE ACHA QUE O BRASIL NÃO É UMA NAÇÃO? OLHE O MUNDO AO SEU REDOR , GUERRAS , FOME , TERRORISMO. SIM TEMOS FOME NO BRASIL , PORÉM , NÃO DEVEMOS AGREDITAR NOS DADOS ALARMANTES QUE AS ONGS INTERNACIONAIS PASSAM A NOS BRASILEIROS. E AS GUERRAS , VOCÊ UM PROFESSOR GOSTARIA QUE O SEU PAÍS PARTICIPASSE ATIVAMENTE DE UMA? BOMBA NUCLEAR ? .VOCÊ É MUITO PESSIMISTA A VIDA DO BRASILEIRO É UMA MARAVILHA SE CONPARADA A DE OUTROS POVOS. VEJA O CASO DA ARGENTINA UM DOS POVOS MAIS NACIONALISTAS ,E COM O PERDÃO DA MÁ PALAVRA ,ESTÃO NA MERDA. A ESCOLARIZAÇÃO NO BRASIL É ALEJADA PROFESSOR NAZARENO ? A ESCOLARIZAÇÃO NESTE PAÍS É SIM MARAVILHOSA , BASTA O ALUNO SE INTERESAR, QUE ELE CERTAMENTE VAI SAIR DA ESCOLA COM UM BOM NÍVEL EDUCACIONAL.
CERTAMENTE O SENHOR , GOSTARIA DE SER UM AMERICANO , CANADENSE, EUROPEU, EM FIM ESTA CLASSE SUPERIOR, (NA SUA VISÃO , É CLARO) QUE MATARAM MILHARES DE PESSOAS NO MUNDO E COTINUARAM MATANDO,COM O UNICO MOTIVO APARENTE , DINHEIRO E PODER . DESEJO LHE BOA SORTE NA SUA NATURALIZAÇÃO, O BRASIL NÃO PRECISA DE PESSOAS COMO VOCÊ .

Anônimo disse...

Sinceramente descordo em boa parte com os adjetivos usados para descrever o Brasil e sua população , o Brasil pode não o melhor pais, somos subdesenvolvidos,boa parte ignorante e os poucos que escapam a esta regra perdem seu tempo fazem criticas e provocando a fúria da população (ou estudantes) e pior , opondo-se ao ideal que seria lutar para melhorar, perdem tempo fazendo criticas e descrevendo o presidente. Sem querer, mas já desconsiderando o escritor do texto isso e uma bobagem.
Certas pessoas (gentinha) precisam rever seus conceitos de mundo politicamente correto....

Anônimo disse...

Boa noite Senhores,
Descordo não só do texto, mas de quem critica diretamente a quem expressa a sua opinião de uma forma simples, e que nos faz refletir sobre a situação de nós brasileiros.
Como lutar para melhorar? Como fazer com uma jovem, que mora no Maranhão, com 26 anos que está na 6º série e tem orgulho em pescar carangueijo? Ela está por satisfeita na vida que escolheu, na cidade em que ela vive, é comum... porém muito diferente de quem mora em São Paulo/Capital, mas o que fazer? Avisar que ela precisa melhorar?
A fúria, não se passa de um sentimento que veio contra os nossos princípios, princípios que são adquiridos pela educação, vindo tanto da escola, da faculdade, do trabalho... ou até mesmo de um convívio social... com certeza se a fúria é demonstrada no convívio social, nada melhor de como isolar, há aqueles que tolerem, que adquiriram um dom, chamada PACIÊNCIA.
Como diz Immanuel Kant, "O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele."
Um forte abraço ao Prof. Nazareno.
Thiago
12 de Junho de 2009 03:16

Anônimo disse...

Erick
"Somos uma nação de vagabundos, prostitutas e ladrões em sua grande maioria"

Inclua-se o criador do texto no primeiro pejorativo, pois convenhamos:

De pseudo-intelectuais dizendo o que tem de errado o país tá cheio, só vi neste texto um repeteco da mesma ladainha de sempre, se ocupar com isso é muito cômodo, deve até dar uma espécie de orgasmo pra quem o faz, prefiro nem tentar compreender oque de fato se passa.

De toda forma, já que não posso resgatar o tempo que perdi lendo isso, suplico que volte quando tiver as soluções (ou achar que as tem), pois os problemas?

Esses a gente já conhece


Celsinho
Querido Mestre...
Li este topico,entrei no blog li analizei cheguei a uma conclusao:voce foi um pouco infeliz na maneira de conduzir os comentarios,concordo com *UM*jeca nao deveria ser o termo usado porque realmente foi um personagem de Monteiro Lobato comparando com os caipiras ou seja moradores em areas rurais,onde a mulher,filhos e animais usavam butinas pra nao ficarem doentes atravez bactérias ou outras pragas...Concordo com grande parte do que voce diz,pois sou tambem um revoltado com muitas coisas,com o que estao fazendo com os aposentados,o baixo salarios pagos aos professores;eu particularmente tenho um grande carinho e reconhecimento por essa classe porque atravez deles vem a educaçao sendo assim um exelente complemento á educaçao passada por nossos pais.causou muita polemica o teu ponto de vista embora sendo real em muitas partes;revoltou muita gente chegando ao ponto de dizer que vc nao presta com professor,bem cada pensa de maneira diferente!!!eu ja prefiro pensar que num momento de revolta vc usou palavras muito áspera,mas eu acho a realidade outra,Os governantes do nosso Brasil é que desonestos arrogantes,incompetentes e usam a ingenuidade da naçao pra aproveitar fazendo falcatruas e assim ludibria-los,mas pode ter certeza,nao sao todos os brasileiros!os pobres precisam de ajuda?sim precisam,mas é de trabalho e nao bolsa família...No meu tempo de ginasio tinha materias como OSPB,EMC ,hoje nao porque? nao interessa aos governates que o aluno aprenda organizaçao social e politica do brasil,educaçao moral e civica,preferem os jovens de hoje nao tenha essa noçao básica,e nem se interessarem por tal assunto...é comodo neh?ministros o aluno sabia de cor,pois durante quatro anos nao mudavam,hoje muda como se fosse mudar de camisa,escolas nao ensinam nada de politica;nem sobre leis senao seria o caos todos brigando pelos direitos...resumindo toda atitude tomada la em cima 90% dizem AMEM!!!!!!!

Mas por pura ingenuidade,ou comodismo ,porque a quem interessar tem muitos livros explicando as engrenagens da politica e sobre os direitos do cidadao!!!mas quem quer perder tempo?tem futebol,carnaval etc.Nao que eu seja contra a divertimentos pelo contrario,mas tem que existir ao menos um pouco de tempo pra essas leituras!
╔ • Gislene
O mais importante
Tio Nazi,

Sua exelencia dizia em outro texto que o país só ia tão mal porque tinhamos a péssima mania de fazer administradores fazerem pesquisas, historiadores ensinarem ciencias , e etc.
Então proponho, como professor de letra que és, que recolha-se ao que lhe cabe, ao invés de fazer comentários no minímo inoportunos sobre situações que visivelmente não domina.

Leia Formação do Povo Brasileiro, leia Casa Grande e Senzala, Leia a O imaginário da República no Brasil, leia mais filosofia, e depois de ler tudo isso, talvez possa dizer o que disse. Mas se fundamentar só em dados que vc coroou da internet, não vai convencer nenhuma pessoa de respeito nessa cidade.

Lembrando Bertold Brecht, ou será que governar só é assim tão dificil, porque a mentira e a desonestidade são coisas que custam a aprender?

Anônimo disse...

╔ • Gislene
Eh prah Acaba mesmo!
1º Quero agradecer ao Profº Valdeci pela brilhante idéia de postar textos tão maravilhosos como estes nas nossas comunidades.(¬¬)

2º Cada um enxerga o que quer ver, para os mais "senso comum" (teoria do copo meio cheio e meio vazio), Vc pode ver tudo de ruim e pontuar, como pode ver tudo de bom e pontuar.

3º Já dizia meu bom Focaut que o importante é ser constante e não bom por vezes, razoavel noutras, ruim nas demais. Pegue o PIB desse país que está ofendendo e verás que é um dos mais estaveis do mundo.

4º Se para vc ganhar uma olimpiada é só chegar em primeiro lugar me perdoe, mas pobres dos segundos e terceiros colocados. O Brasil pode não ter feito as melhores descobertas, nem estar na fila dos grandes campeões de oscars, mas continua sendo indicado aos premios e continua produzindo pesquisa.

5º Analise a história do nosso país. Se é tão bom com dados está na hora de interpreta-los. O sistema brasileiro nunca indicou um caminho para o avanço nas causas sociais, e a culpa monamour lhe garanto não ser apenas do povo.

Anônimo disse...

criticas e mais criticas.. vcs nao sabem ler um texto sem ver a realidade ?! porque o Nazareno iria falar dos pontos positivos ? ja que nao provocaria nada em nos ! ele foi na ferida.. cutucou p ver oque nos diriamos, ele esta ceerto quando diz que somos um bando de "jecas" pois nao temos cultura mesmo, a maioria dos estudantes que passam 12 anos na escola nao sabem ler.logico e obvio pois saber ler nao é so escrever e sim entender oque as palavras querem passar p si . e digo a vcs que fazem criticas vcs sao analfabetos sim ! pois nao souberam entender um texto tao simples o qual mostra a indignaçao pela naçao que nos construimos !

Anônimo disse...

disse...
É meu caro professor, vejo que seu texto mexeu com os brios da molecadinha.
Guardadas as devidas proporções sou favorável ao seu texto, o Brasil está atravessando momentos dificeis justamente por falta de investimentos em educação, jovens são amontoados em escolas públicas e vão passando de ano sem avaliação alguma, tudo para mostrar ao mundo o quanto o Brasil "investe" na escolaridade do seu povo.
Um povo carente e ignorante em sua maioria, que prefere viver de uma bolsa qualquer, mas, tem um celular da hora pago em suaves 200 prestações à perder de vista. Com isso tornando o país o segundo ou terceiro do mundo em telefonia celular. É certo que o primeiro e segundo colocados nesta lista não sofrem de epidemias de dengue e nem tem crianças se prostituindo em troca de alguns caraminguás para poderem ao menos comprar uma única pedrinha de Crak.
É tudo muito bonito, alguns dos textos acima mostram que alguns jovens ainda tem o poder de mudar este país e que nem tudo está perdido.
Precisamos investir pesado em educação.
Mas o momento agora é de Copa do Mundo, em breve outro carnaval, e paradas Gay, e de festa em festa o Brasil continua patinando na mesmice de manter os menos abastados na ignorância.
Se alguns dos que protestaram ao serem chamados de ladrões, prestarem atenção nos políticos e enxergarem ao menos um deles como ladrão, é sinal que o professor não está de todo errado, pois, a classe política é o reflexo imediato do povo.
Ao menos o texto serviu para fazer alguns de vocês pensarem e se mobilizarem, mesmo que contra.
Agora vejo que foram apenas uma meia dúzia de indignados...mas...onde estão os outros, seus colegas de classe, ou amigos de escola?
Hummmm talvez no MSN ou no Orkut?
Talvez se alienando e sendo conduzidos feito gado para a vala comum dos que aceitam até serem chamados de ladrões e prostitutas desde que não os obriguem a pensar ou se posicionar.

12 de Junho de 2009 13:45

Anônimo disse...

Só corrigindo: Quem fez o comentário acima não foi anônimo foi: " Fernando - O Mascate" constante do blog interagindojbc.

Joice Xpds disse...

Você deve ler estes cometários e se contorcer na cadeira, hein professor?

Diz a verdade para mim... Este texto foi só uma tática né?
Ou o Sr. é assim tão arrogante ao escrever naturalmente?
Responde para mim professor...

Dá pra saber quem sou eu.

Joice Xpds disse...

"Além disso, o nosso presidente é um ex-operário, barbudo, falta-lhe um dedo na mão esquerda e dono de um discurso cheio de metáforas quando se expressa em Língua Portuguesa."

Eu senti discriminação...

Não sou "Lulista", porém não entendi qual o problema de ser um ex-operário barbudo...

Por acaso o sr. gostaria de um presidente elitista?
Responda por favor.

Roberto disse...

Não se preocupem gente, temos um Senado honrrado, uma camara de deputados que é incansavel nas causas sociais, ainda temos chances.

Joice Xpds disse...

Roberto,

Brasileiro se reproduz muito... Ainda temos esperança.