domingo, 15 de março de 2015

O problema não é só o PT

 
O problema não é só o PT

Professor Nazareno*


             Hoje eu não escreveria um texto ou daria opiniões favoráveis ao atual governo petista. Como sempre tive a convicção de que “todo ser humano deveria se envergonhar do governo que tem”, tecer loas a qualquer governante seria compactuar com as inúmeras coisas erradas que vemos diariamente. E como muitos brasileiros que se dizem sensatos, tenho razões de sobra para não fazer isto. Mas não foi por este motivo que decidi não ir às ruas neste dia 15 de março fazer coro contra os petistas e sua trupe. Como muitos incautos ainda pensam, não votei na Dilma nem nos petistas nas últimas eleições. Meio sem rumo, queria mudar, queria novos ares, novas políticas, mas fui atropelado pela avalanche de mais de 54 milhões de votos da petista. E tirar essa gente do poder, de maneira absolutamente correta e democrática, pode não adiantar muito.
            O problema do PT é que sempre criticou os grupos políticos e outros partidos que estavam no poder, mas fez e faz a mesmíssima coisa ou até pior do que eles. Ao se associar a esses mesmos grupos, não conseguiu governar bem nem criar as bases para uma sociedade mais justa e mais humana como preconizava. Pairam, é verdade, nuvens negras sobre o financiamento das campanhas vitoriosas do Lula e da própria Dilma Rousseff, além do fato de conduzirem de forma equivocada os destinos da nação, mas apear o PT do poder de qualquer jeito, cheira a golpe. O Mensalão, o Petrolão, a corrupção desenfreada que vivemos tudo nos deixa indignados e quase sem saída. Mas os substitutos que assumirão não vão transformar o nosso país em uma Suécia. Depois do PT, sem as mudanças necessárias, mel e leite não jorrarão das ruas. E voltaremos ao zero.
            Não se pode trocar seis por meia dúzia. Deus me livre do PSDB e de sua privataria neoliberal. Precisamos de educação de qualidade e de profundas reformas de base e isto até agora nem o PT, nem os militares golpistas, nem a elite quis fazer. O nosso problema é sistêmico. Então fora também PSDB de São Paulo e a corrupção do metrô, fora PMDB, câncer nacional, fora corruptos de Rondônia. O nosso capitalismo é baseado na exploração humana, na concentração de riqueza. Aí teria que ser fora também Camargo Correia, Odebrecht e tantos empresários corruptos. Manifestação que não quer ver isso é patética, tola. Não propõe nada, a não ser amar a pátria, mas patriotismo é o pior dos sentimentos coletivos como foi o Nazismo, o Fascismo e o atual Estado Islâmico”, diz o meu amigo, professor Marcos Aurélio Marques de Porto Velho.
             Se o problema do Brasil fosse a Dilma e o PT estaríamos todos felizes e satisfeitos. Bastava tirá-los do poder e tudo estaria resolvido. O nosso problema vai muito além do “Partido dos Companheiros” e é uma questão sistêmica que envolve, dentre outras coisas, a criação durante séculos seguidos de uma mentalidade chinfrim e atrasada turbinada por um dos piores sistemas de educação do mundo. O brasileiro comum, de um modo geral, não sabe pensar, não tem leitura de mundo, vota mal e desconhece as mais simples regras de como funciona a sociedade. É, infelizmente, uma espécie de “Maria vai com as outras” e quer resolver tudo na base do improviso, do jeitinho, do que está na moda, do que é sucesso. E nada se resolve sem dialética, sem discussões, sem renúncias, sem democracia, sem justiça social e principalmente sem conhecimento de causa. Devemos lutar por um país mais justo, sem corrupção, injustiças e sem tantas mentiras.





*É Professor em Porto Velho.
 

16 comentários:

gabriel lincow disse...

Concordo plenamente quando o Senhor diz que a culpa não esta apenas nos petistas, sendo que no escândalo do petrolão estão envolvidos pessoas de diversos partidos e até o governador de Rondônia está no meio, como fazer uma escolha sendo que muitos querem o poder de governar apenas para encher seus bolsos de dinheiro, e não se importam com a população, nossas escolhas são limitadas votamos em quem já foi escolhido nossos votos estão praticamente direcionados paran lguem, como o mesmo disse em outra postagem no blog, a paz vem depois do caos, mais parece que estamos vivendo ao contrario, estamos na paz e ainda vamos viver o caos, tudo está a piorar, mais a culpa não estar apenas neles os petistas, se as pessoas proucurassem se informar sobre o candidato escolhido para os representar tudo seria melhor, sem leitura de mundo sem conhecimento, como diz o cantor Projota "eles fingem nos alimentar nos fingimos ter alimento eles fingem nos educar nos fingimos ter educação, na verdade somos mesmo um bando de bundão", se aceitam trocar votos por méros favores também são culpados, usam bolsa familia, pronatec e diversos outros meios para não perderem eleitores, não nos dão educação melhores e de qualidade, pois assim que as pessoas obtem conhecimento se voltam contra eles, os governates CORRUPTOS.

Anônimo disse...

Me orgulho de dizer que fui sua aluna.

Marcos Santos disse...

voce falou, falou, falou, e no final entrou em contradição, quando disse ¨sem tantas mentiras¨, me aponte um outro partido que tenha mentido tanto para o povo quanto o PT...não existe no planeta.

Hermano Tenório disse...

O problema, realmente, não é só o PT, mas ele certamente,hoje, é o maior problema professor.Não protestar também é uma ação, neste caso uma ação de apoio a tudo que está acontecendo. Não pedi o impeachement no protesto de ontem, mas mostrei minha indignação com tanta corrupção e incapacidade de governar. Quando a esquerda ia às ruas era protesto e agora que a direita vai às ruas é golpe? Concordo que o PSDB e todos os que outros partidos que foram governo tiveram mazelas iguais, mas hoje quem está no governo ( há 12 anos) é o PT e por isso é sim o maior culpado. Reforma política? Teve 3 mandatos pra fazer enquanto cooptava parlamentares com mensalão, petrolão e outros e obteve ampla maioria nas casas legislativas. Depois de tanto desgoverno ainda temos que esperar sentados, sem protestar, simplesmente por que os outros partidos já fizeram igual? Vamos trocar os govenantes, mesmo que erremos, e tentaremos novamente até acertar, mas não posso aceitar o argumento de que temos que permanecer neste erro em que vivemos.

Pedro Villar disse...

Professor Nazareno, os seus pensamento são esclarecedores, apenas reforço que tem que incentivar esses movimentos para que se possa consolidar a consciência politica nas pessoas. Temos que aprender a lutar por um país mais justo, sem a segregação das classes sociais e principalmente qualquer que seja o partido politico vencedor das eleições, que não esteja cumprindo com as promessas de campanha teremos o direito de revindicar e se possível trocá-lo. O movimento do dia 15 foi muito importante e valido.

Regina Maria da Silva disse...

Gostei muito do seu texto. Parabéns!...

Marcelo Ferreira do Nascimento disse...

Muito bom,parabens,prof NAZARENO.

Everaldo Ferreira disse...

Muito bem, Nazareno. Muitíssimo equilibrado seu comentário.
Disse tudo e mais um pouco. Só se muda, de fato, com conhecimento e razão. A emoção não pode nesses momentos críticos está acima de qualquer coisa. Porque senão a vaca vai para o brejo!

Adauto Amorim disse...

Falou tudo, Professor Nazereno!

Raimundo N. B. Silva disse...

as pessoas acusam os politicos como sendo responsaveis por tudo de ruim de acontece no Brasil. acontece que os politicos brasileiros nao sao extra terrestres, eles são oriundos da sociedade brasileira. os politicos do Brasil são a representação fiel da sociedade que eles representam, a mesma coisa nos estados unidos, inglaterra, dinamarca, suecia, etc. a solução nao e trocar partido ou os politicos e transformar a sociedade.

Mineirinho, uai! disse...

Fessor, bênça! Seu texto, novamente parabéns – faltou uma pitada do seu admirável sarcasmo, mas parabéns. Professor, as reuniões de pais nas escolas pelas quais já passou, eram sempre concorridas e calorosas em debates pelos pais buscando o melhor para as Escolas de seus filhos? Pois é ali que eles deveriam buscar um país melhor – pros seus netos. Mas o último parágrafo de seu texto é corretamente abrangente ao citar o modus operandi de nós, brasileiros . Então, me permita a ousadia de, ao final da última frase, sugerir apenas o adendo : ´... e sem tantas mentiras ´- comecem nas reuniões de pais das Escolas de seus filhos

Israel Evangelista da Silva disse...

"O movimento foi feito, e agora?"
Em que pese o pensamento de grande parte da população brasileira nos moldes indicados acima, o ato de menosprezar a manifestação (de alguns) é também não contribuir. Exigimos um país democrático e requeremos representantes políticos com condutas ilibadas, mas culpamos uns aos outros pelas escolhas erradas e, ainda, impomos culpa pela corrupção que são vistas. Porfim ainda dizemos que qualquer manifestação não será suficiente para mudarmos o rumo do país.
Pode ser que não mude o atual sistema político e que após esta movimentação pessoas voltem para a frente da TV com seus atrativos, mas qualquer forma de reivindicação leva (pelo menos a alguns) uma conscientização poílitca mais elevada, que por fás ou por nefás se adquiriu.

Cintia Lima disse...

Concordo, mais manter um partido que já se mostrou criminoso e o que é pior arrogante ao qual prefere ficar inventando história a não admite os seus erros, é algo que pagaremos muito caro...votei sim no PT em algumas eleições, por que o partido que estava governando antes se mostrou incompetente.... mais nessa última não, até mesmo por que percebi que sua campanha foi embasada em mentiras e manipulações.... acredito que estamos em um momento diferente e a política também será administrada diferentemente, nunca estivemos tão informados, e interessados por esse assunto, e qualquer partido que estiver no poder, saberá que as coisas não são mais como antes... sei que com a arrogância e a negação do PT de admitir os erros de "seus companheiros", é uma receita infalível para que nosso país seja novamente visto como de terceiro mundo, corrupto e sem governo.... igual nossos amigos, que permitiram que presidentes corruptos e manipuladores permanecessem no poder.... e sei que nosso país e os brasileiros merece coisa muito melhor (obs: tem muito pessoas sem caráter e que fazem tudo por dinheiro no nosso país, mais existe muita gente honesta e trabalhadora que só querem poder ter um pouco de qualidade de vida, em troca de impostos absurdos que pagam)....

Alípio Pinheiro disse...

Ou seja, só tem u ma saída: Reforma Política já! Simples. A leitura ainda é o melhor remédio. Quem lê não é enganado e não passa fome. Ontem, domingo, eu ví um monte abestados nas ruas, só isso. Sejam ousados, não sejam usados. Não nutra o ódio. Salve a democracia. Não pode um sujo falar do mal lavado... Fica a dica.

Willian Caf disse...

esse negocio de politica nao tem mais jeito quem entra la vai ser do mesmo jeito havera corrupçao em quanto nao houve leis mais severas para essa pratica de crime nao resolvera vota nao resolve nada infelizmente so perca de tempo

Anônimo disse...

concordo! a mudança vem de dentro no caso de cada um eleitor, não adianta querermos mudar apenas os governantes mais temos que ter um atitude diferente com relação a isso, todos teria que procurar saber sobre seus governantes antes de colocar eles nos poder, afinal nos estamos escolhendo quem vai nos representar durante os 4 anos. se a mudança não partir de nos continuaremos a ouvir falar sobre corrupção e etc.